04/04/2019

Diretores das cinco empresas participantes consideram o fato um marco histórico para o setor

 

Diretores das cinco concessionárias de distribuição de gás natural canalizado que atuam nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e que são atendidas pelo GASBOL reuniram-se quarta-feira (3/4), em Campinas (SP), para analisar preliminarmente as propostas recebidas na Chamada Pública para aquisição de gás natural. O prazo de entrega das propostas terminou no dia 29 de março e foram recebidas 51 propostas, de 15 empresas diferentes, fato que surpreendeu positivamente os executivos.

Dentre as empresas que apresentaram propostas estão seis players globais, três comercializadoras, três de gás de síntese/renovável e três de GNL small scale. A previsão de conclusão desta etapa de verificação da aderência/conformidade das propostas ao edital é final de abril. A segunda etapa tratará do nivelamento das propostas e da solicitação de eventuais informações complementares, o que tem prazo estimado de 90 dias para ser finalizada. A terceira etapa já é a fase de negociação individual de cada distribuidora com as empresas, já que a chamada é coordenada pelas distribuidoras, mas os contratos são individuais e baseados nas necessidades de cada companhia.

Participaram da reunião, Antonio Rafael Cereser Pezzella, diretor-presidente da Sulgás, Rafael Lamastra Junior, diretor-presidente da Compagas, Walter Fernando Piazza Junior, diretor presidente da GasBrasiliano, Bernardo Celestino Prates, diretor técnico e comercial da MSGas e Rafael Rodrigo Longo, diretor técnico-comercial da SCGás.

Chamada Pública

Composta pelas empresas COMPAGAS (Companhia Paranaense de Gás), GasBrasiliano (Gas Brasiliano Distribuidora), MSGÁS (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul), SCGÁS (Companhia de Gás de Santa Catarina) e SULGÁS (Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul) a Chamada Pública Coordenada, com volume total de aquisição de aproximadamente 10 milhões de m3/dia, visa encontrar novos agentes interessados na oferta do gás natural que atendam as expectativas do mercado.

Com o início do suprimento previsto para o ano de 2020, a iniciativa foi tomada após a elaboração de estudos específicos que indicaram a oportunidade de formatação conjunta de um edital e termo de referência para este fim. Juntas, as cinco distribuidoras atendem mais de 134 mil consumidores de gás natural e possuem mais de 4,4 mil quilômetros de redes de distribuição em 161 municípios.