23/05/2018

A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - Sulgás informa que a greve dos caminhoneiros, iniciada no domingo (20), não afetará o abastecimento dos consumidores de gás natural atendidos por rede canalizada. Porém, poderá ocasionar a interrupção do fornecimento, a partir de amanhã, em clientes distantes da malha dutoviária, visto que o GN chega a essas regiões pelo transporte rodoviário, que, até o momento, está comprometido.

Mesmo com a situação de crise instaurada pelo movimento grevista, a Sulgás é a distribuidora menos afetada do setor de combustíveis. A estrutura logística de abastecimento do GN da Sulgás é capaz de atender a mais de 96% dos seus clientes industriais e mais de 82% dos postos de GNV. Em termos de volumes comercializados, esses índices são superiores a 99% para o segmento industrial e 87% para o segmento automotivo. Para todos os clientes dos segmentos comerciais e residenciais, o serviço está garantido via gasoduto.

Se a greve persistir, não haverá disponibilidade de gás natural para cinco das 131 indústrias clientes, nem oferta de GNV em 15 postos de combustíveis dos 85 estabelecimentos existentes no Estado. Esses clientes já estão sendo comunicados e serão avisados assim que o trânsito nas estradas for normalizado.

A Companhia reafirma o seu compromisso de prestar apoio aos clientes que poderão ser prejudicados e de manter a sociedade informada através de atualizações em seu site www.sulgas.rs.gov.br. 

Postos de GNV que poderão ser afetados (atendidos por GNC)

Posto Caletti - Casca
Posto Condado - Capão da Canoa
Posto Ulysses - Vacaria
Posto Três Amigos - Novo Hamburgo
Posto Da Figueira - Viamão
Posto Maravilha - Osório
Posto Buffon 70 - Osório
Posto Denardi - Torres
Posto Charrua Lajeado (CH Do Arco) - Lajeado
Posto Nevoeiro - Santa Cruz do Sul
Posto Raabe - Pantano Grande
Posto DIT 120 - Passo Fundo
Posto Elma - Soledade
Posto Vara - Pelotas
Posto Faixa Nova - Santa Maria

A relação completa de postos encontra-se no site www.maisbaratocomgnv.com.br